Friday, February 22, 2008

Um salmo, um devaneio, palavras jogadas ao vento...

.
O que não tem data é pra todo o sempre"
.
Salmo 25 (24) - Bíblia de Jerusalém
V4: "Mostra-me teus caminhos, Yahweh, ensina-me as tuas veredas.
V5: Guia-me com tua verdade, ensina-me, pois tu és meu Deus salvador.
Eu Espero em Ti o dia todo por causa da tua bondade, Yahweh.
V6: Recorda-te a tua compaixão. ó Yahweh, e o teu amor, que existem desde sempre.
V7: Não recordes meus desvios da juventude, lembra-te de mim, conforme o Teu Amor.
(...)
V17: Alivia as angústias do meu coração, tira-me das minhas aflições.
V18: Vê minha fadiga e miséria e perdoa os meus pecados todos.
V20: Guarda-me a Vida! Liberta-me! Que eu não seja envergonhado por abrigar-me em Ti.
.
Oração, Prece, Monólogo Intimo, Partilha com o Espírito...ainda não sei definir o texto abaixo:

.

Amado, meu Amante Amado, inperfeitamente Amado, Deus que é Pai, Deus que é Mãe...

Na verdade, ensina-me a Amar-Te, pois só com o Teu Amor - mesmo com o meu ser carregado de desvios, falhas e pecados - posso em Ti aprender a amar. E amar à Ti. E, em Ti, amar os meus irmãos. E até os meus inimigos. Mesmo quando eu sou o meu pior inimigo. Ensina a amar-me em Ti, Trindade.
Ultimamente, Deus...não sei o que anda acontecendo comigo.. Desde que fui diagnosticado com esse transtorno de ansiedade/depressão e essa soma de remédios....percebi e encarnei - mais uma vez - a "Queda de Adão", o "primeiro homem" e percebi que o efeito dos desvios do meu ser - neste caso, o pecado - ela é bem mais profunda, abrupta e sombria na dimensão total do meu ser.
Esse meu ser caído.
Mas, aqui no silêncio na casa da Graziella, leio e releio esse salmo, esse cântico de David no momento de suas aflições, angústias e as múltiplas tormentas do meu ser. E nesse salmo, Pai Amado não vejo apenas o cântico de David, mas também o Espírito que clama à ti com gemidos inexprimíveis...percebo - ainda que haja um Abismo entre o que a minha alma "sente em si" e o uso do recurso da linguagem escrita - já que a minha mente é uma azáfama, uma bagunça total - e triplica-se o Abismo e não sei o que expressar nada quando estou diante de Ti, silente, aguardando Tua Presença, Grande Silêncio.
Lendo o salmo vejo a Tua Graça dançando entre os meus assombros e luzes, entre meus horrores e belezas,

- matei um pernilongo, meu Criador, esse bichinho tava me enchendo! -
...meu consicente e meu inconsiente, mas vejo principalmente vejo-Te dançando, Doador da Vida, no pequenino João Pedro. Obrigado por essa alegria - e pela pequenina vida recebida nessa família - Amado.
E aqui clamo não pela cura dos meus transtornos pelo Senhor, mas sim, clamo a Presença do Senhor que traz a cura - ou não - desses meus infernos íntimos. Pois anseio - e com temor e tremor - construir um Altar à Ti no Abismo da depressão em Tua Presença, do que a euforia translúcida estando no Pináculo do Templo com o Diabo.
Amado, aqui não oro somente por mim, mas por aqueles que também sofrem os seus transtornos - físicos ou espirituais - e clamo o Teu Cuidado com essa família que me abriga nessa casa enquanto traço essas pobres letras e me traz O encontro contigo, Pai. Vejo o cuidado do Senhor através da vida dessas meninas. Abrace-as. Dona noêmia, Graziella, Gizella e a Daniella. E claro, a Estrelinha.
Ampare e cuide dos meus irmãos da Fraternidade Emaús, da Comunidade de Jesus, o Teu Corpo Místico semeado e (trans)formado por essa Terra. Em especial Amado, lembro do Gerson Borges, do Osmar Ludovico, o Ivo, Frei Louis e o Pe. Borges.
E a Natureza, Pai. Os irmãos pássaros que entoam seus cânticos e toda a Irmandade da Criação, filiados ao Cordeiro Imolado, que é o Teu Filho, Cristo Jesus.
Perdoa-me se "viajei" muito, Pai, mas eu sou meio lesado mesmo, você sabe!
Te Amo.
Imperfeitamente, te amo!
Sua Esposa, Filho e uma tranqueira em muitos momentos,
Paz & Bem!
B. da Trindade.
.

2 Comments:

Blogger Miguel Del Castillo said...

cara, esse texto, como eu disse lá no SdC, é muito bom.
um abraço, poeta camarada
e esse é o meu blog ;)

fica com Deus

9:14 PM  
Blogger Ubiratã Carvalho said...

Os pernilongos vão para céu também?
Se sim espero que lá se alimentem de outro coisa que não na gente, por que senão vai ser um inferno. =)
Viajei dentre de mim nesse teu texto oração, Primão! Foi demais!
Que a graça do nosso Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus Pai e a comunhão e a consolação do Espírito Santo seja contigo. Beijão!

5:19 PM  

Post a Comment

<< Home